domingo, 29 de dezembro de 2013

Previsões 2014

É muito fácil fazer previsões vagas de coisas que não vão acontecer, sem citar nomes de pessoas ou acontecimentos , então senhoras e senhores as minhas previsões (citando nomes, e fatos).

Falecimentos 

Silvio Santos 

Fernanda Montenegro

Jack Nicholson 

Esses três primeiros da minha lista morrerão provavelmente em virtude de suas idades já avançadas 

Miley Cyrus 

Aqui minha lista fica muito polêmica com a cantora Miley Cyrus, apostaria em overdose ou suicídio a sua causa mortis 
                                                                       
                                                                     Esportes       

Grêmio
O grêmio será campeão gaúcho de 2014 uhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuulllllllllllllll
O outro time gaúcho não ganhará nada 

copa 



A seleção da Alemanha vai se sagrar campeã da copa de 2014, o Brasil ficará nas semifinais 



Nenhum time brasileiro ganhará a Copa Libertadores, o Cruzeiro chegará na final mas perderá 

                                                             
                                                                 Celebridades 

Passarei a lista de celebridades que terão fotos íntimas vazadas na net 

Isis Valverde

Kristen Stewart

Anitta 
(golpe de marketing pra se manter na mídia)


Jennifer Lawrence 

Artistas que serão esquecidos 
Naldo 

mulher do Naldo

todos os ex BBB 2014

essa ex panicat

Tragédias 
terremotos

Terremotos no Japão e EUA, e algumas tremidas de terra até no Brasil  

queda de ovni

Quedas de OVNI abafadas pela mídia 








terça-feira, 24 de setembro de 2013

Interpretando Letras de Músicas

Eu resolvi criar um post muito sensacional dessa vez, onde eu irei explicar ou complicar grandes letras do cancioneiro popular.

Açaí (Djavan)
"Açaí, guardiã
Zum de besouro um ímã
Branca é a tez da manhã"
Açaí era uma jovem marombeira, que ganhou esse apelido por gostar muito de tomar açaí como suplemento.
Guardiã era porquê ela trabalhava de segurança em boates GLS.
Zum de besouro era porquê ela tinha uma voz grave tipo um besourão.
Um imã era porquê a nossa querida Açaí era uma imã para as mulheres lésbicas, devido ao seu porte físico masculino.
Branca é a tez da manhã era porquê ela sempre cheirava cocaína pela manhã e ficava com o nariz branco.

 

O Que (Titãs)
Que não é o que não pode ser que
Não é o que não pode
Ser que não é
O que não pode ser que não
É o que não
Pode ser
Que não
É
O que não pode ser que
Não é o que não pode ser
Que não é o que
O que?
O que?
O que?
O que?
Que não é o que não pode ser
Que não é o que não pode ser
Que não é o que não pode ser
Que não é

Essa música conta a experiencia de um dos ex integrantes dos Titãs (Arnaldo Antunes), que um dia saiu com uma fã, loira alta muito bonita aparentemente, mas na hora do "rala e rola" ele acaba notando que "ela" tinha uma rola, e balbucia a frase: o que!? não pode ser!?





Natasha (Capital Inicial)

"Pneus de carros cantam
Thuru, Thuru, Thuru, Thuru..."

Essa parte da música é uma referência a uma banda que rejeitou o vocalista Dinho "ovos" Pretos que se chamava Pneus, Dinho (caraaaa) "ovos" Pretos tem uma certa mágoa desses caras, mesmo tendo seguido carreira pelo Capital caras do Aborto Eltrico que namoraram o Renato Russo Inicial.
Esse trecho da música nada mais é uma ironia de "ovos" Pretos, dizendo que até pneus de carros cantam melhor que essa tal banda.

Uma Brasileira (Os Paralamas do Sucesso)

"Tatibitate
Trate-me, trate
Como um candeeiro, ô
Somos do interior do milho"

Tatibitate na verdade significa trate-me trate só que pronunciada quando se está bêbado.
Como um candeeiro ô, é algo que não se deve fazer para evitar queimaduras em seu pinto
Somos do interior do milho, milho=palha de milho=algum tipo de fumo que será enrolado nesta palha de milho para ser fumado






Mandrake e os Cubanos (Skank)

"Capa, bengala e cartola
Ela tem lábios de mola
Pega o jaleco e "vamo" embora
Vê se liga qualquer hora
Capa, bengala e cartola
Ela tem lábios de mola
Pega o jaleco e "vamo" embora
Vê se liga qualquer hora"

Resumidamente esse trecho dessa música conta a história de um dos integrantes do Skank que teve um caso com a Susana Vieira que tinha lábios de mola quando tirava sua dentadura colada com corega.



terça-feira, 25 de junho de 2013

Os Aposentados

Esse blog já foi quase aposentado, mas de vez em quando  uma vez por ano ou menos eu crio uns posts pra ele.
E resolvi criar mais uma listinha bacaninha ou não de pessoas que deviam se aposentar mas continuam por aí enchendo nosso saco trabalhando.

Zezé di Camargo
Esse grande imbecil herói da nossa música brasileira segue cantando ao lado do irmão figurante Luciano ou algum nome assim, mas alguém lembra de algum sucesso que não seja a belíssima bosta "É o Amor"?

Léo Batista
Esse senhor levemente gagá narrou a Santa Ceia e segue firme e forte e um pouco gagá narrando gols em programas esportivos 

Faustão
Esse mala sem alça apresentador tão chato pra cara*%*$o assistido nos domingos na tv brasileira até nem é tão velho assim, mas acho que ele já encheu o saco fez muito pela comunicação dominical

Susana Vieira 
Essa véia enrugada que se acha a Megan Fox veterana atriz brasileira segue fazendo novelas eu acho, mas poderia muito bem parar de assustar criancinhas alçar novos vôos em sua vida 

Pelé
Nosso eterno rei do futebol bem que poderia calar a boca e parar de falar merda se mudar para a pqp algum país que apreciasse mais sua grande babaquice sabedoria futebolística 

Menções Honrosas

Fiuk 
Esse ex cantor/ator sem talento nenhum soube a hora de parar de fazer aquelas merdas que ele chamava de música 

Sandy 
Essa jovem péssima cantora também escolheu um bom momento pra parar de encher o saco com a sua voz fina de gralha desnutrida para dar um tempo pra sua carreira 


quinta-feira, 18 de abril de 2013

O Homem e o Disco


Sarandi era capataz em uma fazenda no sul. Era ele um bom capataz. 
Sabia a lida do gado como poucos, era domador de cavalos e um laçador habilidoso.
Sabia também o ofício de carneador, com a ajuda de mais dois peões ele sangrava, carneava e separava as partes de uma rês, antes que os corvos pudessem sentir o cheiro da morte.
Certo dia estava Sarandi a conduzir o gado para pastagens mais verdes quando avistou algo muito estranho. 
Próximo a uma mata fechada viu uma luz clara e bastante brilhante. 
O sol estava baixo, quase se pondo, mas ainda era dia. 
Sarandi não pensou duas vezes, verificou as balas em seu revólver e se pôs em galope rumo a bizarra luminosidade. 
Em sua mente, o capataz achava que podia se tratar de um incêndio, alguém com um farol ou coisa assim, mas não sabia ao certo o quê poderia ser.
Conforme ia se aproximando a luz ia ficando mais intensa, porém não ouvia-se ruído algum.
Cavalgando em meio a relva ele via que a luz estava próxima a uma plantação de soja, que ficava depois da mata.   
Estando a alguns metros de sair do meio do mato e ver o quê era aquela luz, seu cavalo resolveu parar o trote, causando uma certa irritação no capataz. 
Vendo que não tinha o quê fazer, Sarandi resolveu apear e continuar o trajeto a pé, puxando o cavalo pelas rédeas.
Quanto mais se aproximava da luz, mais o cavalo ficava inquieto e arisco. 
Finalmente saíram da mata e puderam ver a causa daquela luz.
Era algo bizarro e estranho, algo que a imaginação do capataz não poderia criar. 
Cerca de vinte e cinco metros acima da plantação, planava uma nave em formato de disco. Ela devia ter uns cinco metros de altura por uns vinte de circunferência, emitia luzes rosadas, esverdeadas e brancas. 
Sarandi ficou por um tempo congelado assistindo aquela nave, mas quando recobrou sua consciência imaginou ser uma espécie de avião ou algo assim. 
Ele não exitou, armou-se do seu revólver e saiu correndo em direção do estranho objeto. 
Disparou o primeiro tiro e logo a nave irradiou uma luz muito forte que iluminou todo o perímetro. 
No dia seguinte, o fazendeiro estava no campo pela manhã à procura de seu capataz, vasculhou todos os cantos junto com outros peões e nada.
Pela tarde um dos peões encontrou o cavalo, que pastava próximo a plantação, ainda encilhado.
Vasculharam a área e encontraram uma marca em formato de círculo, que queimou e derrubou alguns pés de soja.
Sarandi nunca mais foi visto, meses depois foram encontradas outras três marcas em plantações próximas a fazenda.