terça-feira, 30 de agosto de 2011

Clichês do Humor


É incrível como existem bordões no humor, tipo estereótipos.
Japonês tem pau pequeno, português e loira são burros, judeu é avarento, gaúcho é gay, gay é bicha loca, mineiro é jeca, paulista é mano e assim por diante.
Um bom assunto para clichês do humor é a culinária.
Existem muitos duplos sentidos culinários; quer minha mandioca; quer minhas batatas; vou te levar pra comer em casa; quer tomar um leitinho quente; é pavê ou pra comer; comer cuscus não, comer com a boca; vou comer teu feijão; gosta de laranja? vou te dar um saco pra chupar; vou comer teu bacalhau; quer comer minha linguiça e tantas outras piadas infames.
Não dá pra negar que tem coisas engraçadas, embora hoje em dia os humoristas façam questão de ser inteligentes. Pelo menos se acham.
Corrigir o português dos outros por exemplo é um lugar comum. Quem é que fala português corretamente neste país?
Enfim o humor precisa de clichês e inteligencia mas na medida que seja engraçado, porquê muita gente leva o humor à sério hoje em dia.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Excesso de Peso




Eu tenho uma boa genética quando se diz respeito ao peso. Sou um cara magro por mais que eu exagere na comida.
Mas nem todos são assim.
E isso é ruim, muito ruim. Excesso de peso não é só um problema estético mas um problema de saúde. Ter uma vida sedentária nessa época de internet é uma coisa bem normal.
Mas o sedentarismo mata, e a gordura também.
Talvez seja difícil para alguns emagrecer, talvez para todos os que precisem. Mas é preciso, pois afinal ser saudável hoje em dia é sinônimo de comer bem.
Comer também é um vicio e como tal também pode ter resultados maléficos.