terça-feira, 24 de agosto de 2010

Graz

2 comentários:

  1. Gostei do som, lembra a visceralidade a autenticidade do boom do rock gaúcho dos anos 80.

    ResponderExcluir